O dia em que apaguei nossas mensagens

Hoje apaguei nossas mensagens e só então me dei conta de que mais uma vez estou seguindo em frente sozinha. Eu não te escolhi, só permiti. Eu precisava de férias e você apareceu com um sorriso de quem só explica as coisas no caminho. Eu queria uma Paulaner, afinal era a primeira sexta-feira de dezembro e um papo furado não faria mal a ninguém.  Continuar lendo “O dia em que apaguei nossas mensagens”