Quanto tempo!

O relógio tocou e ainda permaneci por 9 minutos enrolada no edredom. 9 minutos. Ele toca assim, pois gosto da numeração ímpar, precisa. O décimo minuto me tirou do modo proteção de tela e me fez voltar ao mundo real. Eu ainda estava explorando algumas partes do cobertor frio com as pontas do pé e em modo automático olhava a parede com alguns riscos feitos durante a mudança de posição da cama. O décimo minuto me fez desligar o relógio e olhar os pequenos raios de sol que entravam pelo quarto. Tá um solzão lá fora. Me espreguicei e passei minha agenda diária mentalmente. Foi engraçado, mas estava em branco. Passei um café enquanto pensava na programação para esse dia de sol. Lembrei de você.

Esquecer alguém deve ser assim mesmo: depois de um café, olhando para a janela, num dia de sol e sem perceber o pensamento cai em quem não se pensa mais há um bom tempo. Não bateu saudade. Só pensei em como tem levado a vida. Mas foi natural, assim como lembrei esses dias do tio Manoel, que não vejo faz um tempo, pois se mudou de vez para a casa de praia.  Tio Manoel é muito legal, lembra dele? Alegre, sempre fala de músicas, comidas e suas histórias cheias de juventude. Bateu saudade dele.

De você bateu vontade. Vontade de perguntar como você está e falar como ta a vida do lado de cá. Falar que estou bem, obrigada. Falar que você tinha razão, que minha pinta no ombro forma um coração, que um dia ainda iria gostar de academia e que o Novos Baianos voltaria um dia. Falar que até ouvi Construção inteiro, mas Meus Caros Amigos ainda é o melhor álbum do Chico – com vinho, é um perfeito roteiro. Falar que ainda continuo a odiar pimentão e que há um ano as carnes já não são mais tentação. Falar que as metas daquele ano novo não foram alcançadas, confesso que estão bem abandonadas mas que tem muitas novas no caminho. Falar que continuo acordando cedo nas manhãs de sol, que o café continua sendo um vício e que arranjei outro abraço preferido. Acredita que já admito que seu risoto é melhor que o meu? E foi o tio Manoel quem me convenceu.

Greice Souza

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s