Por favor, não me deixe ir…

Me peça para ficar e diga que sou sua. Diga que ainda tem uma garrafa de vinho perdida no seu armário e que está interessado em saber como foi o meu dia. Conte-me como foi a sua semana e que pensou em mim em algum momento – ou em vários, eu deixo. Me faça rir com suas observações e até de suas piadas de humor duvidoso. Me peça para ficar. Diga que eu não posso sair porque você já está fazendo meu molho predileto, que a mesa já está posta e que esse vai ser o maior erro da minha vida. Mostre-me o céu azul e fale que está uma tempestade lá fora, segure levemente minha cintura e repare em minha íris. Me peça para ficar.

Faça um café e sopre o aroma em minha direção. Distraia-me com seu melhor abraço e com seu beijo mais quente. Me faça um cafuné escondido, uma massagem em cada canto e um beijo em cada ponto. Disserte sobre a pinta das minhas costas e me convença que ela parece um coração. Faça zigue–zague em minha pele até deixar meu cabelo em pé. Me agarre forte, bagunce meus cabelos e minha respiração. Me mostre que todos os beijos ainda fazem sentido e que por mais que o orgulho teime, me faça admitir que ainda sou apaixonadamente louca por você.

Greice Souza

Um comentário em “Por favor, não me deixe ir…

  1. Greice, não sei como, mas você escreve exatamente tudo que eu sinto vontade de falar para aquela pessoa, mas que não tenho coragem e nem sei se ele me ouviria.
    Você toca meu coração.
    Deus abençoe você que sabe entender tão bem os nossos sentimentos.
    Bjos no seu coração.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s